Distanciamento entre Teoria e Prática

No Boteco Filosófico do dia 24 de abril, realizado na vivência do CAII e que teve como tema: “Sem hipocrisia, o que calamos?”, discutimos a relação entre teoria e prática e a sensação de distanciamento do que é vivido no campo das relações humanas, vulgo realidade.
Enquanto uns argumentam que é próprio da produção do conhecimento essa relação dialética na qual tal campo nega o que advém da teoria, outros colocaram sobre o modo como muitas vezes a teoria impõe noções normativas do que vem a ser certo ou errado.
De fato, podemos dizer que toda teoria visa afirmar por meio de seus fundamentos uma lei sobre o mundo, e, deste modo, transforma e constrói um mundo a partir da compreensão do seu funcionamento.
A questão que fica é que tipo de funcionamento estamos produzindo dentro da Universidade e por que tantas vezes esse conhecimento se reduz a falar de si mesmo, ou seja, a falar do próprio conhecimento.
O que Eduardo Marinho traz nesse vídeo se aproxima muito do que discutimos naquele dia. Fica a dica para aqueles que buscam no conhecimento acadêmico uma maneira mais viva de se apropriar dele.

Em tempos de eleição para o CAII…


Estava à toa na vida, em Pasárgada, lendo, e resolvi postar aqui um trecho do livro “Pedagogia do Oprimido”, de Paulo Freire, que trata da semelhança do “homem de direita” e “homem de esquerda”, quando este assume posições fechadas.

“Distinguem-se, na medida em que o primeiro [sectário de direita] pretende “domesticar” o presente para que o futuro, na melhor das hipóteses, repita o presente “domesticado”, enquanto o segundo [homem de esquerda, ao sectarizar- se] transforma o futuro em algo pré-estabelecido, uma espécie de fardo, de sina ou de destino irremediáveis. Enquanto, para o primeiro, o hoje ligado ao passado, é algo dado e imutável; para o segundo, o amanhã é algo pré- dado, prefixado inexoravelmente. Ambos se fazem reacionários porque, a partir de sua falsa visão da história, desenvolvem um e outro formas de ação negadoras da liberdade. (…)

Sofrem ambos de falta de dúvida (…)”

Não pude deixar de compartilhar com vocês. ^.~

Cami (10)