Rrelatoria da Rreunião sobre temas Polyticos (a 06/12/11)

Presentes: Betoneira (10), Camilão(10), Vizinho(-04), James Joyce(11), Poli(08), Endryuss(10/11) e Carla Charlie Queiroz(10)

Pautas: Discussões Polyticas (Empresa Junior, Acampsi, Carta sobre o Incidente na Letras, Encontro com Diretoráveis, Disciplinas:Freud e Capovilla)

.

Só pelo significante, NÃO pelo significado!

Informes extras

.

Bets: Acampasampa foi desmontado na praça Mahatma Gandhi por conta da Árvore de Natal do Ibirapuera… Haverá assebleia geral para pensar no futuro do movimento, às 19h do dia 07/12, (quarta-feira – ou é hoje ou já passou!).

Charlie: O DCE não existe mais, o Poder está sendo gerido por uma Junta de CAs e um membro do DCE (carece de certeza). 2012, segundo assembleia na ECA, começará em greve; haverá uma “Calourada em Greve” tocada pelos CAs+Commandos de Greve

Poli: Alguns textos inuteis com muita utilidade foram indicados por este e encontram-se em anexo, ao fim deste post

Endryuss: Semana dos bixos terá um viés de retomar a história do IP, o CA pode fazer o mesmo com sua história e a dos alunos daqui… (Camila e Betão acharam várias edições do BOCA , muito legais!)

Debates

1) Comunicado à comunidade sobre incidentes com o aluno da Psico na Letras

– CG discutiu o assunto e optou por não emitir uma “nota geral” do tema, para evitar atrair a atenção para o Reinaldo Azevedo (que não é uma pessoa tão importante na Terra, mesmo)

– O CAII fará nota para circular internamente

– Betão propôs uma carta a qual foi contemplada diante da discussão que a CG fez, chegando todos à conclusão que a citação direta ao Azevedo seria desnecessária. Poli ressaltou como é importante que a discussão sobre a mídia e sua parcialidade ou ignorância efentual seja contemplada em outros espaços que não essa carta. Camila ressaltou que é importante não nos omitirmos em algumas críticas que temos que são consensuais na Psicologia até que se prove o contrário, como a maneira como o cara falou de um assunto sério que é a Saúde Mental. Por fim, a carta foi fechada, e está postada neste blog.

All we need is Jobs, baby...

2) Empresa Júnior

– O plebiscito ocorreu, mas ainda não foi apurado, ao que dizem a protoEJ quer fiscais imparciais (ou algo assim) para acompanhar a apuração.

– Vizinho falou sobre a importância de o CAII estar aberto para construir junto com eles, quando eles quiserem construir junto com o CAII. Contou que ele foi à reunião “só de propostas”, propôs coisas coerentes, mas que ao que parece “eles querem o que eles querem”. Betão disse ter medo disso.

– Betão informou coisas das quais não se tinha ficado sabendo, por exemplo, que eles (EJ) se apresentaram nos três departamentos, menos no PST que se disse já contemplado pelo parecer do CPAT (além de pessoas do departamento terem comparecido aos debates abertos)

– Alguns (vários) problemas do processo consultivo foram ressaltados:

a) plebescito começa dois dias depois da divulgação do Projeto nos meios “oficiais” (Claytonmail), e em pleno fim de semestre, sendo inviável construir discussões sobre o projeto e para criticálo.

b) somando-se a isso, a boca-de-urna ocorreu sem qualquer debate público, perdendo uma conquista de discussão sobre “acuamento, constrangimento e sedução” que até as eleições do CA contemplaram (mais, aqui). Além disso, assim como os partidários do “não” e do “boicote ao voto” não puderam se organizar, também não puderam ser contemplados pela boca-de-urna.

c) obscuridade entre “vota-se no projeto” e “vota-se na ideia”; há várias outras publicações e argumentos que apareceram durante a consulta, mas não aparecem no projeto. Para isso, justifica-se que não estamos “consultando sobre o projeto” mas sim “sobre a ideia de EJ”. Porém o próprio projeto divulgado pontua com proximidade o “apoio dos alunos” e o “apoio da Congregação”… e a Congregação certamente só apoiará se for um projeto… que projeto será esse? Provavelmente aquele que está divulgado… ou será outro? Tá embaçado isso!

– Poli e Endryuss marcaram a importância de o CA ter “critérios” ou “requisitos” para se inserir no debate com eles, que se funda na apreciação do atual projeto mas seria pautado em delinear e propoer aquilo que acreditamos que uma EJ precisa contemplar

– Um primeiro ponto unânime foi a necessidade de o Estatuto da EJ passar por uma instância deliberativa dos estudantes da Psico (tipo uma assembleia, que também autodiscuta-se enquanto repesentativa para “estatuir”) tanto para criar o estatuto quanto para alterá-lo.

– Betão ressaltou como o horizonte ético e a “concepção diferenciada de RH”, tão aclamados nos debates, não dão as caras no Projeto. A distinção “micro” e “pequenas” empresas é insuficiente para filtrar empresas e suas funções, é necessário delinear ações que a EJ tomará para não servir a empresas de uma maneira qualquer, que ela pontue seu diferencial oficialmente. Ainda assinalou como palavras do tipo “preferencialmente” dão brecha a qualquer coisa.

– Faremos um documento para unir nossas propostas.

Acampsi, muita gente bonita e alegre na Psicologia, êeee!3) Acampsi

– O Acampsi talvez reapareça misteriosamente depois das férias, quando do retorno às aulas.

– É importante o Acampsi ter total autonomia, nada de o CA fagocitá-lo, como sempre tentamos deixar claro! Por outro lado, dependendo das posições políticas do Acampsi, algumas discussões podem ser incorporadas também às pautas do CA, e também há situações em que o CA acaba precisando se manifestar por outras instâncias pressionadoras (como políticas de drogas, enfrentamentos e nudez em espaços religiosos por exemplo)

– Betão disse que vai ficar no rolê do Acampsi, vai participar das discussões políticas, e passará os informes

4) Disciplinas de Freud e Capovilla

a) Freud:

>  notas assustadoras para vários alunos

> professora Isabel “tirará as dúvidas” sobre isso

> Dri propôs que o CA comprasse essa briga

> Decidimos que os próprios alunos precisam se articular, num primeiro momento; precisando de respaldo, e com uma demanda mais elaborada, o CA pode fazer alguma coisa. Enquanto isso o recurso aos RDs (como se fossem pessoas diferentes do CA, rsrs) pode ser útil. O RD da CG é o Danilove, do CA!

b) Capovilla:

> Poli contou que ele fez um rolê meio arbitrário nas provas. A turma não vai fazer nada, então também não tem o que o CA fazer.

5) Diretoráveis

– Houve um pré-debate sobre o tema que foi muito interessante. Algumas questões foram pensadas lá e é bom encontrá-las, quem as tem é o Zaik (Betão foi atrás disso)

– CAII conversará com alunos/funcionários para formular uma carta que problematize algumas funções dx diretorx, buscando devolutiva para os alunos.

ENCAMINHAMENTOS

– Começar discussão sobre os pontos do CA em relação à EJ (para elaborar um documento com o que o CA gostaria que ela tivesse)

– Dri vai ficar com o corre do Freud, ver como o CA pode ter a contribuir, etc.

ANEXOS

Hakin Bey, anarquismo ontológico e zonas autonomas temporárias ( Tá em Ingles, sorry)
http://hermetic.com/bey/taz_cont.html

A doença Política
http://votonulodeprotesto.blogspot.com/2009_05_01_archive.html

Manifesto contra o trabalho –  Robert Kurz

https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=explorer&chrome=true&srcid=0B7B4fvSrKWhcYjZiOTE4ZDYtNzRiOC00ZmRjLTgyOWMtMDg5YTgxYzQwMmFk&hl=en_US

Anúncios

Um pensamento sobre “Rrelatoria da Rreunião sobre temas Polyticos (a 06/12/11)

  1. Pingback: Rrelatoria da Rreunião Organizativa (a 08/12/11) « Mãe de Pano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s